Mulher Virtuosa By Vany » Blog Archive Finanças pessoais: o que você precisa saber para iniciar o seu planejamento - Mulher Virtuosa By Vany
dica category image
Finanças pessoais: o que você precisa saber para iniciar o seu planejamento
Postado dia 21 de janeiro de 2021 nas tags: , - 227 Visualizações do post!

Como andam as suas finanças pessoais? Ter controle sobre o seu dinheiro é essencial para conquistar objetivos variados, e para ter maior tranquilidade no dia a dia, sem surpresas ou apertos. 

Administrar contas e saber economizar são dois aspectos fundamentais da vida financeira de qualquer pessoa. Isso porque quem não consegue gerenciar os seus lucros e gastos pode entrar em uma situação difícil. 

Um levantamento realizado pela empresa Serasa Experian constatou que, em 2018, 63,2 milhões de brasileiros estavam endividados. Esse número corresponde a cerca de 40% da população do país. 

Grande parte dessas pessoas possui dívidas com bancos e cartões de crédito (28,6%), que costumam ser os vilões de qualquer cidadão inadimplente, uma vez que as taxas de juros podem dificultar a quitação das parcelas. 

Esse problema pode se estender até mesmo para empresas, que muitas vezes precisam recorrer a serviços de assessoria trabalhista, de contabilidade e jurídica para poder colocar as contas em dia. 

Dessa forma, é possível verificar o quanto um planejamento financeiro pode fazer diferença na vida de uma família e na sustentabilidade de uma companhia, e saber como fazê-lo é fundamental. 

Sendo assim, este artigo foi desenvolvido para ajudar quem precisa iniciar um plano de organização financeiro, para que seja possível alinhar as metas com as demandas já existentes. 

Se este é o seu caso, não deixe de seguir na leitura deste conteúdo e conheça dicas para criar o seu planejamento o quanto antes. 

O que é um planejamento de finanças pessoais? 

No nosso dia a dia temos uma série de demandas: o trabalho, os cuidados com o lar, o relacionamento conjugal, a rotina com as crianças, etc. Saber administrar tudo isso é, sem dúvida, um dos grandes diferenciais da vida das mulheres. 

Há ainda quem decida empreender, de modo a conquistar a sua independência financeira e melhorar as condições da família, abrindo uma empresa para oferecer treinamento Cipa, por exemplo. 

No entanto, seja como assalariada ou como empresária, ter um controle eficiente sobre as finanças é o segredo para o sucesso e crescimento de qualquer pessoa. 

Sendo assim, nada mais importante do que considerar os pontos principais que envolvem as finanças pessoais. Alguns deles são:

  • As contas fixas;
  • Os gastos esporádicos;
  • Os ganhos;
  • As dívidas;
  • As metas.

As contas fixas envolvem gastos básicos, que precisam ser pagos todos os meses, como as contas de consumo. Nos esporádicos são enquadrados aqueles que ocorrem eventualmente, que podem ser o conserto de um equipamento ou a compra de um remédio. 

Os ganhos se tratam de todas as entradas de dinheiro que ocorrem, envolvendo o salário fixo, as comissões possíveis, a retirada dos sócios quando há uma empresa, etc.

Nas dívidas podem entrar quaisquer pendências financeiras que tenham sido realizadas por um empréstimo anterior, pelo parcelamento de uma compra, ou por acúmulo de dívidas nos cartões de crédito, entre outros. 

Por fim, vale inserir no planejamento financeiro as metas de consumo pessoais, como a compra de uma casa ou de um carro, que precisam ser devidamente organizadas para serem conquistadas. 

Sendo assim, independentemente da área em que se trabalha, seja com medicina do trabalho ou com a venda de roupas infantis, é essencial saber como lidar com todos os aspectos financeiros da vida pessoal para que tudo esteja dentro do esperado. 

Mas para que isso seja possível, é essencial conhecer dicas de como montar um planejamento financeiro personalizado, onde todos esses itens estarão devidamente alinhados e controlados de modo eficiente. Saiba como fazer isso a seguir. 

Passo a passo para um planejamento financeiro pessoal

Assim como pode ser necessário passar por uma consultoria contábil para ter maior controle sobre as contas empresariais, é preciso entender primeiro de maneira mais teórica como cuidar na prática das finanças pessoais. 

Conhecer as etapas desse processo é a melhor forma de torná-lo possível. Por isso, confira algumas dicas e aplique-as o quanto antes.

1. Faça um diagnóstico financeiro

Não existe um planejamento devidamente suficiente se você não conhece bem os seus números. Dessa forma, saber informações de modo detalhado faz toda a diferença nesse processo. 

Em geral, o salário recebido costuma ter um valor fixo, e as contas da casa podem variar para mais ou para menos, de acordo com o mês. Ter uma média desses valores é fundamental para elaborar uma gestão adequada. 

Além disso, é importante saber o quanto da sua renda já está comprometida com o pagamento de parcelas, como pode ocorrer depois de uma reforma comercial.

Com esses dados, é possível entender todo o cenário que você dispõe atualmente, sabendo quanto de dinheiro é gasto e quanto pode ser guardado para a criação de uma reserva de emergência, por exemplo.

2. Defina metas

Em todo planejamento, é ideal que se defina algumas metas. Se há um parcelamento ativo, é importante se planejar para pagá-lo dentro de um prazo, evitando custos extras com multas ou juros. 

Há também objetivos de realização pessoal, como a compra de um bem de alto valor que pode trazer melhorias significativas para a sua rotina. 

Além disso, pode ser necessário investir no aprimoramento da carreira, como se matricular em um curso de para obter conhecimentos em digitalização de documentos, sendo esse um modo de dar um upgrade na qualificação profissional. 

Para todas essas metas será necessário dispor de uma quantia, que nem sempre está disponível de forma integral. 

Sendo assim, é essencial definir metas nesse sentido, sabendo o quanto é preciso reservar todos os meses, ou dependendo da urgência, encontrar um meio de parcelamento que não comprometa as finanças pessoais. 

3. Construa um orçamento mensal

Tal como uma administradora de condomínios, uma pessoa física também precisa ter um orçamento mensal predefinido, para que os valores recebidos não ultrapassem os ganhos. 

Isso quer dizer que é preciso separar alguns custos para suprir a sua demanda mensal e manter o controle para que eles não sejam ultrapassados, gerando dívidas. 

Nesse caso, se houver o plano de gastar dois mil reais com compras de alimentação para a família por mês, esse valor deve ser cumprido, o que demandará planejamento e economia para não ultrapassar o gasto estipulado. 

Outro ponto importante é determinar que os custos mensais nunca estejam acima dos valores recebidos, o que é um grande passo para diminuir as chances de se endividar. 

No entanto, quando já não é mais possível que o valor gasto esteja adequado ao recebido, será preciso encontrar meios de aumentar a renda, construindo assim um controle financeiro sustentável. 

4. Priorize o pagamento de dívidas

Quem já esteve endividado sabe que é preciso ter determinação para quitá-la o quanto antes, uma vez que os juros de qualquer dívida podem se tornar uma bola de neve. 

Por isso, antes de fazer novas aquisições, uma dica essencial para ter maior sucesso no planejamento da sua vida financeira é dar prioridade para o pagamento de dívidas. 

Afinal, em um futuro breve ela deixará de pesar no orçamento pessoal, assim como os valores pagos em multas e juros poderão ser utilizados de maneira mais útil. 

Uma sugestão interessante para quem tem dívidas e já está se programando para resolvê-las é a de negociar com a contraparte, obtendo descontos que ajudarão a diminuir os prejuízos acumulados com o passar do tempo. 

5. Use a tecnologia a seu favor

Assim como existem softwares que ligam uma empresa a uma prestadora de serviços de terceirização de folha de pagamento para tornar o trabalho mais dinâmico, encontrar tecnologias que otimizem esse planejamento financeiro é fundamental. 

Além das clássicas planilhas de controle, hoje é possível encontrar aplicativos que podem ajudar no registro e na gestão de gastos, indicando o quanto já foi utilizado e o quanto está disponível, por exemplo. 

As funções desses apps são justamente oferecer um meio de controlar cada ação envolvendo os seus custos. Por isso, não deixe de buscar por um que disponibilize as características que você precisa e consiga gerenciar tudo na palma da mão. 

6. Crie uma reserva para emergências

Ninguém está livre de passar por emergências. Mesmo que haja um controle rígido de toda ação financeira realizada, é comum que surja uma demanda inesperada que precise ser atendida. 

Mas para que ela não se torne um problema futuro, o mais indicado é criar uma reserva financeira, que poderá ser usada conforme a necessidade. 

Esse cuidado evita que o seu orçamento seja comprometido, e que você perca o controle realizado até o momento. 

Ao investir no passo a passo descrito acima, certamente você conseguirá montar um planejamento financeiro de grande eficiência, e que permitirá que você tenha sucesso na sua vida pessoal. 

Portanto, não deixe de se organizar e de construir o seu plano de gestão financeira e tenha a tranquilidade de administrar os seus gastos e ganhos com maior cautela e precisão. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


7


7 Respostas para "Finanças pessoais: o que você precisa saber para iniciar o seu planejamento"

  1. Sueli disse:

    Suas dicas de gestão pessoal financeira estão maravilhosas, acerca de 5 anos atrás precisei fazer um planejamento melhor nas minhas finanças e usei muitas dicas dessas suas .

  2. Minda disse:

    Geralmente eu sou meio desorganizada, mas nesse ano entrei cuidando de tudo de forma a dar conta de forma muito organizada, e esse post foi de uma grande ajuda!

  3. Ingrid disse:

    Planejamento é tudo na vida. Antigamente eu nao ligava para isso , mas hj em dia sou super ligada. Aprendi com a minha irma

  4. tainara duarte disse:

    eu preciso começar me organizar melhor esse ano
    minhas finanças estão uma bagunça
    adorei o artigo

  5. Quelzy Costa disse:

    Entrei no empreendedorismo e o que mais preciso é de controle financeiro,estimular metas e focar no crescimento . Amei o post e3 já salvei nos meu favoritos pois vai me ajudar bastante,obrigada viu ♡

  6. Quando se trata de finanças é preciso ter um planejamento, se não a pessoa acaba se enrolando, seu artigo bastante importante com dicas valiosas bjs.

  7. Sara Hilario disse:

    Este é um post muito útil para quem não preceve nada de finanças como eu me vai dar muito geito para me organizar

    Obrigado