Mulher Virtuosa By Vany » Blog Archive Como evitar acidentes domésticos? - Mulher Virtuosa By Vany
dica category image
Como evitar acidentes domésticos?
Postado dia 24 de setembro de 2020 nas tags: , , - 196 Visualizações do post!

Os acidentes domésticos são uma ocorrência comum. Não importa a condição da família, o local onde vivem, ou a quantidade de pessoas em casa: eventualidades podem acontecer. Contudo, é possível adotar medidas de segurança para prevenir essas ocorrências.

Os dados do Ministério da Saúde apontam que os acidentes domésticos são responsáveis por cerca de 5 mil óbitos de crianças por ano no Brasil. Na maioria dos casos, as vítimas têm menos que 5 anos de idade (80%). Mas a faixa etária até os 14 anos também representa uma grande porcentagem (41,5%).

Além dos acidentes domésticos, cerca de 22% das ocorrências são registradas nas escolas, enquanto 11%, ao ar livre. Mais de 119 mil crianças são hospitalizadas todos os anos em decorrência da falta de segurança em casa.

As estimativas também mostram que para cada morte por acidente doméstico, outras quatro pessoas ficam com sequelas, sejam elas físicas, emocionais ou financeiras.

Por conta disso, a questão dos acidentes domésticos se tornou uma pauta de saúde pública, com programas de conscientização da sociedade para a prevenção e segurança das crianças em casa.

No entanto, os pequenos não são os únicos atingidos por acidentes domésticos. Qualquer pessoa pode ser uma vítima, ainda mais quando a casa apresenta defeitos negligenciados pelos moradores, como falta de manutenção elétrica.

Por isso, o artigo de hoje vai trazer algumas dicas de como evitar acidentes domésticos e ter mais proteção em casa. Acompanhe a leitura!

Quais são as principais causas de acidentes domésticos?

Os acidentes domésticos têm várias origens. Por exemplo, a má instalação de uma churrasqueira cooktop elétrica pode ocasionar um incêndio, com riscos para todos os moradores da casa.

Por isso, é importante conhecer a origem dos principais acidentes, para investir em ações de prevenção. Entre as causas, destacam-se:

  • Queimaduras no fogão;
  • Asfixia por objetos;
  • Inalação de substâncias tóxicas;
  • Intoxicação por produtos de limpeza;
  • Quedas em escadas e alturas;
  • Choques elétricos;
  • Afogamentos;
  • Cortes com objetos afiados;
  • Disparos com armas de fogo.

Inclusive, de acordo com o relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil ocupa o primeiro lugar no ranking entre os países que mais mata com armas de fogo, incluindo por disparos acidentais.

Por causa disso, vale reforçar a importância de guardar esses objetos em local seguro, escondido e fora do alcance de crianças. Para maior segurança, recomenda-se ter um cofre dentro de casa, pois isso evita que seus filhos peguem a arma para “brincar”.

Uma alternativa para quem busca mais segurança em casa, porém tem medo de investir na compra de uma arma de fogo, é buscar por uma empresa de cerca elétrica para a instalação de dispositivos de proteção. Dessa forma, é possível reduzir os riscos de invasão e de pessoas mal intencionadas.

No caso dos objetos cortantes, como facas de cozinha, mantenha-os sempre em gavetas mais elevadas e, ao lavar a louça, coloque-os de cabeça para baixo no escorredor.

5 dicas de prevenção contra acidentes domésticos

Apesar dos números alarmantes, os acidentes domésticos podem ser evitados com algumas medidas simples de segurança. Abaixo, confira algumas dicas!

1 – Guarde os produtos de limpeza e remédios

Os produtos de limpeza devem ser acondicionados em locais fora do alcance de crianças e, de preferência, em armários fechados e altos.

Muitos acidentes envolvendo a intoxicação por essas substância ocorrem porque a criança confunde o produto com bebidas, ainda mais devido ao bom cheiro.

O armazenamento correto é válido para qualquer item: limpa-chão, produtos específicos para limpeza de vidros e fachadas, ceras líquidas, detergentes, entre outros.

A mesma situação também vale para os remédios. As crianças acabam confundindo medicamentos com doces, ainda mais quando são coloridos e chamativos, semelhantes às balas. 

Guarde toda a medicação em um local separado e escondido, para deter o envenenamento infantil acidental.

Os adultos também devem ter cuidado ao manusear produtos de limpeza. Muitas substâncias químicas podem causar queimaduras e, quando misturadas, intoxicação. Por isso, leia os rótulos e verifique as recomendações do fabricante.

No momento do descarte de resíduos químicos, lembre-se de evitar qualquer atividade que possa prejudicar o meio ambiente. Se necessário, faça a diluição correta e neutralize o produto, antes de descartá-lo no esgoto ou lixo.

2 – Faça manutenção das redes elétricas

Verificar regularmente as condições das fiações elétricas e não deixar os fios expostos são ações que previnem a ocorrência de curtos circuitos, que podem gerar incêndios acidentais.

Além disso, é recomendável não fazer ligações por junção de fios (as famosas “gambiarras”), pois elas também podem trazer riscos de choques elétricos e curtos. 

Os painéis elétricos de baixa e média tensão também devem passar por manutenção periódica, para avaliação das condições de funcionamento e dos componentes.

No mais, tampe as tomadas mais baixas e expostas, para evitar acidentes com crianças.

3 – Observe o gás de cozinha

Os vazamentos de gás são, muitas vezes, imperceptíveis. No entanto, eles podem causar a intoxicação por GLP (gás liquefeito de petróleo), além de aumentar o risco de incêndio, devido ao seu forte caráter inflamável.

Para evitar os vazamentos, é necessário verificar a condição de ajuste do registro, bem como o material da mangueira (se ela estiver muito ressecada ou encostada na parte de trás do fogão, o risco é grande).

4 – Cubra as quinas dos móveis

Quem não tem aquele machucado causado por bater em alguma quina, não é mesmo? Ou então, aquele dia em que você acordou mais sonolento e acabou batendo o dedinho no canto de uma estante.

Apesar de ser algo recorrente, esses acidentes podem ser fatais para as crianças, principalmente os bebês. Por isso, para quem tem filhos em casa, é importante cobrir as quinas dos móveis para evitar pancadas.

Uma bancada de inox sob medida, por exemplo, pode ter cantos bem pontiagudos e, na falta de proteção, a criança pode cortar a cabeça ou sofrer um trauma.

5 – Não deixe objetos jogados pela casa

Objetos pequenos, como alfinetes, botões, pregos, tampas de canetas e outros acessórios podem ser facilmente engolidos pelas crianças, causando sufocamento ou intoxicação, dependendo da composição do material.

Por isso, é importante manter todos os artigos devidamente guardados em local inacessível aos pequenos, para reduzir os riscos de acidentes domésticos.

Os próprios brinquedos das crianças devem ser adaptados à idade delas, já que bonecos, jogos e outros produtos podem conter peças pequenas demais, passíveis de acidentes.

E os acidentes com idosos?

Os adultos também devem ter cuidados dentro de casa, em especial os idosos. Um levantamento feito pelo Sistema Único de Saúde (SUS) revelou que um terço de atendimento por lesões traumáticas ocorre em pacientes com mais de 60 anos.

Desse total, 75% dos traumas aconteceram por acidentes domésticos, sendo 34% por quedas. A maior parte dessas ocorrências se desenvolve no trajeto entre o banheiro e o quarto, principalmente durante a noite.

Por isso, é fundamental mudar certos hábitos e fazer algumas modificações em casa para evitar acidentes, já que além das lesões, os idosos também correm riscos maiores, devido à fragilidade das articulações e ossos.

Sendo assim, verifique sempre se o carpete residencial está bem preso ao chão, já que os escorregões envolvendo panos e tapetes no chão são bastante recorrentes. 

Além disso, prefira os revestimentos antiderrapantes, com destaque nos cômodos mais úmidos, como os banheiros e a cozinha.

Os idosos também precisam ter atenção às condições dos próprios sapatos. Por vezes, chinelos desgastados ou calçados mal ajustados também podem causar quedas graves.

Caso tenha algum problema de mobilidade, como deficiência física ou perda progressiva dos movimentos das pernas, recomenda-se a instalação de barras de proteção nos banheiros, para maior segurança da pessoa idosa ou deficiente.

Para evitar lesões musculares, os móveis também devem ser adaptados. Um sofá sob medida SP pode reduzir o desenvolvimento de dores crônicas nas costas, além de outros problemas, como protusões.

Outra dica importante é conscientizar os idosos de alguns perigos, como subir escadas para limpeza de móveis altos, se debruçar em parapeitos de janelas, ou andar em pisos molhados. Por vezes, uma simples precaução pode evitar o acidente doméstico.

Conclusão

Mesmo em casa, todo cuidado é pouco. O número de acidentes domésticos ainda é alto no Brasil, por isso, a conscientização é o primeiro passo para diminuir esse índice e promover uma vida mais segura.

O artigo de hoje buscou trazer algumas dicas que podem ser úteis na hora de verificar os perigos em casa, mas é preciso sempre ter uma atenção redobrada, já que eventualidades podem ocorrer a qualquer momento.

As crianças e idosos são as principais vítimas, mas qualquer pessoa está sujeita a um acidente doméstico. Por isso, tenha precaução em casa e se previna contra os acidentes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


17


17 Respostas para "Como evitar acidentes domésticos?"

  1. Paloma disse:

    Adorei as dicas. É bom sempre se resguardar e presar pela segurança da família.
    Bjus❤

  2. Evandro disse:

    Post muito importante, afinal a prevenção e os cuidados é o melhor remédio para evitar os acidentes domésticos. São muitos detalhes que às vezes deixamos passar, como objetos pequenos espalhados pela casa, ou a quina dos móveis. Obrigado por tanta informação útil para nós.

  3. Deisy Rodrigues disse:

    Que conteúdo mais importante, são tantos acidentes que podem ser evitados com cuidados básico de prevenção, matéria muito educativa, já vou seguir todas as dicas.

  4. Victoria Martini disse:

    Exatamente o que voce citou, todo cuidado é pouc, já sofri acidente domestico em casa e fiquei com uma marca de queimadura, isso aconteceu quando eu tinha meus 13 anos, e ficou horrivel, esse seu post esta de parabens por alertar e ajudar as pessoas a se previnirem

  5. Eu moro a 20 anos sozinha e sou bem neura em relação aos cuidado com acidentes dosmeticos, principalmente que sou deficiente e evito alguma coisa no chão e tudo mais olho o gas e tudo. Achei sua resenha muito importante p alerta as pessoas desse tipo de problemas que pode trazer sequelas para sempre… bjs e sucesso!

  6. Um post super necessário principalmente nesse período em que estamos mais dentro de casa por conta da pandemia! Esses cuidados podem evitar que acidentes graves aconteçam! Amei o post!

  7. Ingrid disse:

    Essas dicas sao otimas. Ainda mais agora na pandemia que o numero de acidentes em casa aumentou muito.

  8. Olá tudo bem.
    Eu gostei do assunto abordado sobre os acidentes acorridos em casa. Além das causas você salientou as precauções para tais acidentes.. Parabéns pelo tema e que possamos discutir mais vezes..

  9. Márcia schorn disse:

    Ótimo post ,a prevenção é tudo , já passei por uma situação muito dolorosa com acidente doméstica , hoje tenho muito cuidado.

  10. santos amanda disse:

    obrigada por compartilhar essas dicas inriveis
    sou mega desastrada em tudo que faço

  11. Rúbia Kenes disse:

    Querida os acidentes domésticos são realmente comuns, ontem meu marido deve um acidente doméstico, escorregou e batei o braço no vidro da porta e teve um corte muito profundo, está bem, graças a Deus, parabéns pelas dicas, seu post vai ajudar muitas pessoas, gratidão, beijinhossss

  12. Alice Martins disse:

    Olá Vany,

    Os acidentes domésticos são realmente bem comuns e por isso amei essas dicas de prevenção que você trouxe. Se todos aplicarmos elas, com certeza o número de casos vai diminuir. Um excelente post e muito informativo. Parabéns!

    Beijos!

  13. Joana Darc disse:

    Oi
    Eu adorei a dica é maravilhosa e super importante 🙂

  14. Minda disse:

    Dicas precisas de muita utilidade, já fui muito pega por esses tipos de acidentes por pura falta de atenção, hoje em dia ando mais cuidadosa, adorei as dicas!

  15. Olá, tudo bem? Adorei as dicas e de como evitar esse tipo de acidente. Realmente as estatísticas assustam, e é sempre bom termos cuidado redobrado sobre o assunto. Tinha muita coisa que já conhecia e outras não. Ótima e útil postagem!
    Beijos

  16. Yara disse:

    Um assunto muito interessante que está presente na vida de todo mundo.
    Aqui somos apenas dois adultos e às vezes escorregamos pela casa rsrsrs.
    Ótimas dicas, parabéns!

  17. Infelizmente acidentes domésticos acontecem muito, é preciso sempre ficar atento mesmo que parece uma coisa sem importância, vi no jornal que nessa pandemia os acidentes aumentaram muito em relação as crianças, ótimas as dicas do post, bjs.



%d blogueiros gostam disto: