Mulher Virtuosa By Vany » Blog Archive 5 ideias de otimização do espaço para quem possui uma oficina em casa - Mulher Virtuosa By Vany
dica category image
5 ideias de otimização do espaço para quem possui uma oficina em casa
Postado dia 19 de novembro de 2020 nas tags: , , - 91 Visualizações do post!

Já não é novidade para ninguém como as casas e apartamentos atuais sofrem com problema de espaço, sobretudo quando pensamos nas grandes metrópoles e cidades que atraem pessoas que buscam oportunidades.

Diante desse cenário, temos um desafio para as costureiras, os artesãos, os designers e artistas em geral que queiram ter um espaço específico para suas atividades, que é o que no Brasil se convencionou chamar de “oficina doméstica”.

Esse desafio é o de otimizar o espaço de modo que ele se torne funcional e, ao mesmo tempo, não impacte nas demais dependências da residência. De fato, a princípio não é tão difícil conseguir adaptar algo como um dormitório para essas finalidades.

Contudo, o que a experiência comprova é que, com o tempo, a tendência é a pessoa acabar levando itens, objetos e até caixas para outros cômodos, aí sim comprometendo a rotina e o convívio com outras pessoas.

Dependendo do caso, como uma costureira que tenha uma máquina mais barulhenta, ou mesmo um artista que trabalhe com música e instrumentos que geram som alto, é preciso pensar não apenas no impacto dentro de casa, mas também na vizinhança.

Deste modo, podemos dizer que montar ou otimizar uma oficina é algo que precisa levar em conta vários pontos mais abrangentes, entre os quais:

  • Qual trabalho será realizado?
  • Qual o espaço disponível que tenho?
  • Será algo definitivo ou apenas temporário?
  • Trata-se de um hobby ou uma profissão?
  • Com quantas pessoas divido a casa?
  • Como vou impactar a vizinhança próxima?
  • Quais são minhas ferramentas de trabalho?
  • De quanto dinheiro disponho para o projeto?
  • Quais atividades vou poder executar ali?

Entre tantas outras questões que possam surgir, conforme a especificidade de cada espaço disponível, bem como de cada atividade que possa ser idealizada para a oficina, seja com foco em fazer sacolas para lojas, ou em pintar quadros e molduras.

Aliás, em alguns casos a oficina simplesmente evolui de um cantinho qualquer ou parte de um corredor. Por isso mesmo, vamos começar tratando desses casos, que são os mais comuns.

Portanto, se você quer compreender como otimizar um espaço ideal dentro de sua casa, para tocar seus projetos e atividades especiais, basta seguir as cinco dicas aprofundadas adiante.

1.     Como migrar para uma oficina?

Todo empresário já ouviu falar no caso de pessoas que tiveram de iniciar um negócio do zero, precisando trabalhar em casa enquanto tocavam outros projetos. Geralmente isso ocorre num quartinho de fundo (a famosa edícula), num corredor ou na varanda.

No improviso, é possível usar algumas caixas de papelão para embalagens como suporte, ou mesmo como mesa temporária. Isso é comum no caso dos artesãos, que exercem atividades manuais que vão desde tricô até cestos e vasos de argila.

Neste caso, são famosas as prensas rotativas para confecção de vasos de argila, também conhecidas como “torno de oleiro”. É ali que a pessoa coloca o material bruto que parece um barro, e vai esculpindo o vaso que deseja fazer.

Algumas dessas máquinas funcionam com pedais, de modo bastante artesanal, então é possível utilizá-las em algum espaço comum da casa, depois guardá-las. Porém, o negócio já evoluiu e agora você vai precisar de uma oficina.

A simples logística de ter de ficar montando e desmontando um espaço temporário já é ruim, se comparado com a exclusividade de uma oficina otimizada para sua atividade, na qual basta entrar e iniciar o trabalho, sem grandes adaptações e ajustes.

Por isso mesmo, o primeiro grande passo é o da adaptação do espaço. Se você já exercia a atividade, como na feitura de placas personalizadas, é possível prever quais equipamentos vão ser inseridos na oficina, bem como as ferramentas e acessórios.

Portanto, a grande dica é racionalizar o processo de mudança para um espaço dedicado. Adiante ficará claro como desenhar todo o seu planejamento da melhor maneira possível.

2.     Otimizando a infraestrutura básica

Tudo na vida depende de um bom planejamento, não é verdade? Com a otimização de uma oficina não é diferente, especialmente quando ela está instalada em casa, conforme o enfoque que estamos dando neste artigo.

Como vimos, você evoluiu de um estágio em que fazia a mesma atividade de modo amador, então já pode contar, por exemplo, com sua impressora de etiquetas adesivas, caso trabalhe como designer nessa área. Porém, qual é o impacto disso no projeto?

O importante é ter uma visão de conjunto desde o início. O segredo da otimização está, em grande medida, em saber dar os passos iniciais, pois depois de entulhar muitas coisas ficaria bem difícil reiniciar todo o processo.

Dependendo da sua aplicação e do estágio atual, é possível desenhar até mesmo a estrutura elétrica ou hidráulica. Assim, você pode puxar uma tomada para um local mais apropriado, ou mesmo uma tubulação que permita instalar uma pia com torneira.

Hoje já existem soluções mistas, como extensões que levam tomadas (110v/220v, a depender do caso) por fora da parede, sempre de maneira estética. Ou ainda soluções hidráulicas, com reservatórios para a água limpa e para a de despejo.

No exemplo dado acima, de artesãos que lidam com argila e materiais de barro, o acesso à água pode fazer toda diferença. Já no caso dos famosos “oficineiros”, que lidam com vários equipamentos, a questão elétrica é que pode ser a mais importante.

Como sabemos, a corrente de uma impressora de etiquetas zebra bivolt, que funciona em qualquer tomada, pode não ser a mesma de uma furadeira ou marteladeira. Assim como um designer pode decidir priorizar a iluminação do espaço.

Daí a importância da visão macro, pois desde a luz e a água, passando pela iluminação, ventilação e demais instalações do espaço, tudo vai depender das aplicações que você venha a fazer, baseado na especificidade do seu ofício.

A verdade é que, infelizmente, o erro na compra de certo maquinário ou mesmo de uma simples estante, já pode comprometer todo o projeto. Por isso, agora vamos falar sobre móveis e organização rotineira.

3.     O poder dos móveis e organizadores

O mais bacana de otimizar uma oficina é que o processo já pode ser, em si mesmo, algo agradável e estimulante. Afinal, você está preparando o espaço para fazer algo de que gosta, seja ou não um mero passatempo.

Isso também é importante porque torna mais fácil manter o espaço organizado durante a rotina, que costuma ser mais desafiadora. Se a oficina for pequena, o aconselhável é pensar em soluções verticais, que explorem as paredes ao máximo.

São prateleiras, estantes, nichos de parede e qualquer outra ideia que você tenha. A vantagem dos nichos e soluções abertas é que ornam com frascos plásticos personalizados, os quais também ajudam na organização de objetos e acessórios.

Hoje existem potes que se chamam, justamente, organizadores. Eles são voltados sobretudo para costureiras, artesãos em geral e até técnicos de eletrônicos.

4.     A importância dos corredores

Um ponto é muito importante: não adianta explorar bem o espaço verticalmente, e deixar o aspecto horizontal e de tráfego mal planejado.

Boa parte da otimização de uma oficina passa pela organização de tudo o que está no chão. Alguns móveis acessórios como mesa com rodinhas, ou um cabideiro tipo mancebo para chapéus e bonés personalizados SP, precisam ser muito bem pensados.

Isso se chama layout, que é a distribuição de cada parte fixa ou móvel. O importante é manter os caminhos principais sempre livres. Afinal, se existe um lugar em que a mobilidade e liberdade de manobras é importante, é numa oficina.

Do contrário, a própria desorganização do local pode atrasar a produtividade. Lembrando que trabalhar num local organizado tem seu impacto em nossa disposição e emotividade, o que nos leva à última dica.

5.     Mantendo o ambiente agradável

Otimizar não significa apenas conseguir mais espaço a qualquer custo. No fundo, uma oficina precisa ser um local agradável onde se possa exercer uma atividade desejada.

Como vimos, até nossas emoções podem ser impactadas pelo espaço. Imagine, por exemplo, se ele é confinado e mal iluminado; ou se, pelo contrário, sabe explorar a luz natural e jogos de espelho, dando uma impressão de amplitude.

Por isso, além da infraestrutura, de manter um tráfego bom nos corredores e de manter tudo sempre organizado, pense em modos criativos de tornar o local agradável, ainda que ele seja pequeno.

Às vezes, costurar algo num manequim feminino em casa, ouvindo uma música de fundo, pode ser tão prático e proveitoso quanto fazê-lo num estúdio profissional. Além de luz, espelho e música, as cores predominantes também podem ajudar.

Com isso, vimos como as cinco ideias trazidas podem garantir uma boa otimização para quem possui uma oficina em casa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


8


8 Respostas para "5 ideias de otimização do espaço para quem possui uma oficina em casa"

  1. Ana Claudia disse:

    Que post maravilhoso! Nos dias de hoje precisar de um espaço de trabalho em casa é a realidade de muita gente, e na maioria dos casos o espaço é curto. Saber otimizar é fundamental, suas dicas com certeza vão ser muito utéis para muita gente.

  2. Paloma disse:

    Oieee!! Amei essa postagem. Ela é mega informativa, ótima para ensinar como otimizar espaços. ❤❤
    Quem precisou trabalhar home office teve que mudar e se adaptar em muitas coisas.

    Beijos,
    Paloma Viricio❤

  3. Cidália disse:

    Ideias excelentes, obrigada pelo post! Meu marido está sempre criando algo e faz uma bagunça na parte externa onde temos a churrasqueira. Atualmente ele está fazendo vasos de cimento.

  4. Cris Santos disse:

    Eu amei as dicas de otimização,com nosso cenário atual é bem válido para quem esta tentando se habituar e trabalha em casa.

  5. Carolina disse:

    Adorei as dicas, com toda certeza vou usar bastante algumas delas! Acho super importante ter um ambiente organizado para trabalhar, e adoro quando consigo otimizar espaços.

  6. Um artigo muito interessante. Eu trabalho em casa faz muitos anos e sei bem como é dividir o pouco espaço com atelie, linhas,agulhas,encomendas loucura mesmo.Tem dia que me perco dentro disso tudo. Organizar é a palavra chave e sempre que posso é o que faço, já que ter outro lugar fora daqui ainda n]ao é possivel mas as dicas do artigo são ótimas e muitas vou adaptar aqui.

  7. Márcia schorn disse:

    Ótimas dicas , ter uma oficina ou um trabalho em casa é necessário otimização e organização para o trabalho render .

  8. Muito legais as formas de otimização pra quem tem uma oficina em casa , achei bastante interessante essas ideias, cada espaço é preciso ser bem aproveitado, bjs.



%d blogueiros gostam disto: